pés-rachados
novembro 29, 2021

Pés rachados? Saiba o que fazer para evitar as rachaduras!

por Equipe Linus
pés-rachados
As rachaduras nos pés incomodam o nosso caminhar e acabam muitas vezes atrapalhando as tarefas diárias. Além, é claro, de toda a questão estética!

Em casos mais graves, elas podem até inflamar e conduzir para algum tipo de infecção de pele.

Abaixo, vamos falar um pouco sobre esse tema, explicar por que elas aparecem e dar algumas dicas, não só de como tratá-las, mas também de como evitar que elas apareçam.

Pés rachados: o que pode ser? Conheça algumas causas.

Na maioria dos casos, as rachaduras nos pés aparecem quando a pele está muito seca.

Embora para algumas pessoas os pés rachados sejam apenas uma questão estética, quando elas são mais profundas, podem vir acompanhadas de sangramento, coceiras e dores ao caminhar.

Isso acontece pois a pele seca dos calcanhares, com o passar do tempo, se acumula. E, com a pressão que a gente faz sobre os calcanhares, ela vai aos poucos endurecendo e ganhando uma coloração mais amarelada, e às vezes marrom escura, principalmente na parte de trás dos calcanhares.

Quando o peso do nosso corpo é aplicado sobre os calcanhares, essa pele endurecida e seca pode acabar rachando.

Elas geralmente começam como pequenas fissuras, que podem sumir ou aumentar, causando, como já dissemos, sangramento, dores, infecções e muitos incômodos.

Palmilhas anatômicas: saiba como elas cuidam da sua pisada e auxiliam no suporte da sua coluna

Condições que podem aumentar os risco de ocorrerem rachaduras.

Embora as rachaduras nos pés tenham inúmeras causas, alguns fatores podem colaborar para elas aparecerem com mais frequência e se agravarem com o tempo. Veja abaixo quais são:

Pés desidratados

A pele seca é um sintoma muito comum, que é caracterizado pela falta da quantidade adequada de água na camada mais superficial, que chamamos de epiderme.

Ela tende a afetar tanto homens quanto mulheres e piora quando envelhecemos.

Isso porque a pele de pessoas idosas tem quantidades diminuídas de óleos e lubrificantes naturais que nutrem e equilibram a umidade.

Vale lembrar que a pele seca também pode ser um efeito colateral de alguns medicamentos, bem como resultado de algumas doenças dermatológicas.

Andar descalço

Quando andamos descalços, estamos expondo nossos pés à sujeira e aos pisos mais rústicos, além de promover uma superexposição ao ar. Isso tudo pode contribuir para que a pele dos pés fique mais seca, mais enrijecida e acabe por rachar.

pés-rachados

Os sapatos, sejam abertos ou fechados, além de oferecer suporte para seus pés e ajudá-los a suportar o peso do corpo, protegem de condições adversas que possam contribuir para o ressecamento.

Cuide da saúde dos seus pés por onde você for com Linus

Tomar banho com água muito quente

Embora aquele banho bem quentinho seja ótimo para dar uma relaxada, ele é o maior vilão, não só das rachaduras nos pés, mas de toda a pele do nosso corpo.

A água muito quente remove a camada natural de óleos da pele, que serve como barreira de proteção da umidade necessária para manter a pele hidratada.

Isso não quer dizer que você deva abrir mão do seu banho quentinho, mas sim, como tudo na vida, você deve fazer isso com moderação. ;)

Tempo seco

Como vimos até aqui, inúmeros fatores podem contribuir para o ressecamento da pele e para as rachaduras nos pés. De todos eles, existe um que só podemos minimizar, mas não evitar, que é o clima seco.

Em alguns lugares isso acontece no verão, mas na maioria das vezes isso é mais comum no inverno, que ainda é agravado pelas baixas temperaturas.

Quando o ar externo é frio e seco, a água da pele evapora mais rapidamente. Isso faz com que a pele fique seca, áspera e por vezes até descasque.

Alguns especialistas dizem que tendemos a perder mais de 25% da capacidade de reter a umidade da nossa pele no inverno.

Para tentar proteger seus pés, é preciso diminuir a exposição deles nessas condições. Seja no verão, seja no inverno, quando o clima estiver seco, use meias e invista em hidratantes específicos para os pés.

Pés rachados x Pés ressecados

Embora muitas pessoas pensem que são condições diferentes, na verdade são apenas estágios diferentes do mesmo problema.

Não existem pés hidratados e rachados. Se seu pé anda muito ressecado, isso quer dizer que você precisa o quanto antes hidratar os pés para que isso não venha se tornar as incômodas rachaduras.

Como falamos até aqui, as rachaduras nos pés podem ocorrer por muitos motivos em pessoas saudáveis, mas elas podem ser também causadas ou potencializadas por algumas doenças.

Conheça a palmilha anatômica que se ajusta a sua pegada

Pés rachados podem sinalizar uma doença?

Sim, os pés rachados podem ser consequências de algumas enfermidades como:

  • Psoríase
  • Diabetes
  • Hipotireoidismo
  • Desnutrição
  • Deficiência de vitamina A
  • Deficiência de ácidos graxos essenciais

Os pés rachados também podem ser sinal de mau funcionamento do fígado.

Pé rachado e problema no fígado

O fígado desempenha funções muito importantes no nosso corpo, como filtrar no sangue os nutrientes que vêm do nosso sistema digestivo.

Ele funciona como um setor de análise que determina quais nutrientes serão absorvidos, quais serão armazenados e quais não são interessantes e podem ser eliminados, além de também remover toxinas do nosso sangue.

Sabendo disso, não devemos ficar surpresos quando o seu mau funcionamento afeta diferentes partes do nosso corpo, inclusive a saúde da nossa pele e dos nossos pés.

Os pés secos e rachados podem estar associados à carência de Ômega-3, que é um ácido graxo essencial, considerado uma gordura do bem que contribui na hidratação da nossa pele.

Das muitas funções do fígado, ele também produz a bile, que é um fluido que atua na digestão de alimentos e também na dissolução das gorduras e na absorção dos ácidos graxos essenciais.

Ou seja, se seu fígado não está funcionando bem, ele pode não estar produzindo bile e seu corpo não absorverá o Ômega-3 necessário. Uma das consequências disso pode ser a ocorrência de rachaduras nos pés.

Pés rachados e seu sistema emocional

Quando nossa cabeça não está bem, o resto do nosso corpo sente e não funciona como deveria.

Pessoas que sofrem com ansiedade, estresse e depressão acabam não promovendo o relaxamento que o corpo precisa para seguir com seu trabalho diário de manter nosso organismo funcionando.

Esse estresse pode causar muitos problemas, principalmente o aumento da produção de epinefrina e cortisol. Esses hormônios, quando em excesso, podem reduzir a quantidade de sangue que flui para a pele e podem prejudicar o sistema natural de reparação da nossa pele, além de romper a barreira protetora necessária para mantê-la hidratada.

Isso faz com que a pele fique mais seca, sem brilho e apática. Consequentemente, os pés ficam mais ressecados e aumenta a possibilidade das rachaduras aparecerem.

Qual especialista procurar para tratar de pés rachados?

Qualquer problema relacionado com sua mente e corpo devem ser abordados por um médico. Mas, se você estiver com seus exames em dia e com sua mente tranquila, isso provavelmente quer dizer que as rachaduras nos seus pés podem ser apenas falta de um cuidado extra.

Talvez seus pés estejam apenas pedindo por um pouco mais de atenção e reconhecimento por acompanhar tudo o que você faz.

Nesse caso, você pode procurar uma boa podóloga, que vai tirar a quantidade certa de peles mortas e secas, sem comprometer ainda mais para que as rachaduras apareçam.

Você também pode procurar um dermatologista, que pode receitar hidratantes específicos para essa região e dar a certeza de que não é nenhum problema sério.

Experimente caminhar com Linus, criada por especialistas em palmilha

Pés rachados: dicas para evitar rachaduras nos pés e calcanhares

Existem algumas dicas que podem ajudar a manter os pés saudáveis e hidratados, diminuindo bastante a probabilidade das rachaduras aparecerem.

Mantenha uma boa higiene

Às vezes, acabamos não cuidando dos nossos pés como deveríamos e deixamos vulneráveis a fungos e bactérias. Elas causam inflamações na pele que podem desencadear em desconfortos e rachaduras nos seus pés. Para isso, mantenha os pés sempre limpos e bem secos. Nunca calce meias nos pés molhados.

Unhas saudáveis, pés saudáveis

Mesmo que você não pinte as unhas dos pés, é importante que elas estejam saudáveis e bem cuidadas. Você pode fazer isso sozinha ou com uma profissional de sua confiança. Unhas saudáveis são um sinal de pé saudável, bem hidratado e com pouca probabilidade de rachaduras.

pés-rachados

Reveze os calçados

Não use o mesmo calçado duas vezes seguidas, principalmente após passar o dia inteiro com ele. Isso pode aumentar as chances de desenvolver fungos e bactérias.

→ Escolha as Linus que mais combinam com você e aproveite o frete grátis na compra de dois ou mais pares!

Evite lixar os pés

Embora esfoliações, como vocês verão mais abaixo, sejam uma boa dica para manter seus pés hidratados, as lixas são muito mais invasivas e podem agredir a pele e estimular a produção e o acúmulo de pele nos calcanhares, o que pode provocar rachaduras.

Siga essa rotina para evitar rachaduras nos pés

Na nossa vida corrida, às vezes falta tempo para gente cuidar da gente. E o que dizer dos nossos pés? Mas esse pode ser um momento bacana de autocuidado, como você pode ver neste post bem legal sobre isso.

Pense nisso como um momento de conexão consigo mesma, que vai fazer bem para você, para os seus pés, que tanto merecem, e para sua mente.

Seguir a rotina logo após o banho pode ser uma boa maneira de tornar isso um hábito semanal.

1 - Esfoliação

Existem cremes e esponjas específicos para isso. A esfoliação semanal em casa deve ser leve. Ela serve para remover as células mortas e evitar o acúmulo de pele. No fim do banho, depois que seus pés estiverem bem úmidos e limpos, com a ajuda do creme ou esponja, faça uma leve esfoliação nos pés.

Existem cremes que devem ser retirados e cremes que não precisam ser enxaguados. Siga as instruções de cada fabricante.

2 - Hidratação

Depois de esfoliar os pés, aplique um creme hidratante específico. É importante tomar cuidado, pois talvez seus pés fiquem escorregadios. Faça isso quando estiver sentada ou com um bom apoio que não deixe perder o equilíbrio.

3 - Massagem

Você pode juntar a massagem com o creme hidratante e fazer as duas etapas de uma vez só. Tire esse tempo para se conectar com seu corpo e agradecer com muito carinho e gratidão tudo o que seu pé faz por você incansavelmente todos os dias.

Existem muitas dicas e vídeos de massagem pela internet. Mas você, mais do que ninguém, sabe o que seu pé gosta e que tipo de toque ele precisa. Conecte-se com você e siga o seu freestyle. Isso vai ser muito melhor do que qualquer passo a passo de massagem por aí.

Com relevo exclusivo, as palmilhas de Linus massageiam seus pés enquanto você caminha

"Pés rachados: Bicarbonato ajuda?"

Aplicar bicarbonato nos pés pode ajudar, assim como a esfoliação. Ao remover as células mortas, você hidrata e diminui a possibilidade das rachaduras aparecerem.

O bicarbonato de sódio também pode agir como fungicida, evitando o aparecimento de micoses e infecções que podem facilitar o aparecimento de rachaduras.

Para aplicar, basta fazer uma misturinha com 3 colheres de sopa de óleo de coco, a mesma quantidade de um creme hidratante da sua preferência e 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio.

Depois, é só aplicar nos pés no fim do banho, tomando bastante cuidado para não escorregar.

Você pode guardar o restante desta misturinha em um potinho hermeticamente fechado por um mês.

Torne o bem-estar parte da sua rotina com Linus

Use o calçado adequado para o seu pé

Como falamos até aqui, as rachaduras nos pés podem estar relacionadas com algumas doenças. Porém, na maioria das vezes, se você tiver um pouco mais de cuidado e carinho com os pés, pode evitá-las. E esse cuidado inclui escolher o calçado adequado.

Calçados muito apertados e com solados finos, além de serem desconfortáveis, podem causar diversos efeitos colaterais, como problemas na sua coluna, dores musculares nas pernas, inchaços nos pés e, é claro, as rachaduras.

 

A fricção entre o sapato e seu pé é um dos principais motivos das rachaduras. Por isso, evite modelos feitos com materiais muito duros e sempre busque o suporte adequado para a base dos seus pés. Isso deve incluir uma boa palmilha ou um solado anatômico.

Algumas pessoas acham que as sandálias mais abertas podem causar rachaduras, porém, tudo depende muito de com que frequência você usa esse tipo de calçado. Usar calçados fechados sempre também pode dificultar a transpiração do pé, o que pode ser uma causa para as rachaduras.

As sandálias abertas que têm um bom suporte e são usadas em equilíbrio com outros calçados, com certeza, não vão causar problemas.

Saiba como manter seu pé fresquinho e confortável

Por isso, varie bastante o seu calçado e tente usar marcas que se preocupam não só com a moda, mas também com o conforto e com o suporte que seu pé precisa.

A sandália para quem está com os pés rachados: Linus!

Se você é fã de sandálias, mas não quer correr o risco de ter os pés rachados, as sandálias da Linus com certeza podem oferecer o que você precisa.

Além de serem feitas com matérias-primas 100% brasileiras e de serem veganas e sustentáveis, as sandálias da Linus foram desenvolvidas com especialistas em palmilha, ortopedistas, engenheiros de materiais e designers, porque dá para ter tudo isso e ainda ficar na moda.

Das clássicas às coloridas, tem sempre uma Linus feita pra você

pés-rachados

Elas são ótimas para evitar que seus rachem por dois motivos principais:

1 - As sandálias da Linus têm uma palmilha anatômica.

Juntamente com as curvas de apoio, as sandálias contam com uma palmilha pensada no bem estar do seu pé, na sua pisada e no suporte da sua coluna.

Tudo isso faz com que o atrito entre seu pé e a sandália diminua bastante, evitando que surjam as tão temidas rachaduras.

2 - Relevo no solado que massageia os pés

Além de tudo o que falamos, as sandálias da Linus também contam com um relevo no solado que, além do suporte, massageia seu pé a cada pisada.

Além disso, é feita com um material que permite que seu pé respire, ou seja, não vai esquentar no calor e, no frio, você pode ficar super na moda usando meias bem divertidas e coloridas.

Para saber mais sobre as sandálias da Linus, clique aqui.

Você já ouviu falar em spa para pés?

Como o nome mesmo sugere, é um spa focado 100% em cuidar dos seus pés. Isso porque, nos spas convencionais, os tratamentos para os pés acabam tendo menos importância e por muitas vezes existem poucas opções voltadas para eles.

pés-rachados

Manicures, podólogas, massagistas, esteticistas, dermatologistas. São muitos os profissionais que trabalham juntos nos spas dos pés, desenvolvendo tratamentos para que seus pés recebam todo o carinho, cuidado e amor que eles merecem.

Saiba mais sobre a Linus, feita para trazer o maior conforto para você, com o menor impacto para o planeta.

Spa dos pés em SP para você conhecer:

Spé, o Spa do Pé

É uma rede de clínicas de podologia que tem como objetivo proporcionar saúde e bem-estar para seus clientes. Lá, você encontra tudo o que existe de mais avançado na prevenção e no tratamento de doenças podológicas.

Spa Podologie

É uma clínica de Podologia com as mais avançadas técnicas de tratamento para os pés. Oferecem, além de serviços de podologia tradicionais, também tratamento para unhas encravadas, reflexologia, hidratação com parafina, órteses corretivas, entre outros.

Se preferir, faça um dia de spa caseiro!

A gente sabe que, com a vida corrida e com tantas contas para pagar, às vezes não sobra tempo e muito menos dinheiro para fazer tratamentos com profissionais.

De maneira nenhuma, isso quer dizer que seus pés não podem ser bem cuidados. Afinal, você mesma, em casa, pode dar aquele trato no seu pé.

Isso pode incluir as rotinas de esfoliação, hidratação e massagem que falamos mais acima.

O mais importante é tirar um momento para cuidar dos pés sem pressa. Autocuidado é o melhor tipo de cuidado que existe.

Abaixo seguem algumas receitinhas caseiras para ajudar:

Creme caseiro para pés rachados: Aprenda a fazer o seu!

Manjericão + Babosa + Melado de cana + Bicarbonato de sódio + Hidratante

Manjericão, além de muito aromático, é cicatrizante e um antisséptico natural. Já a babosa, também conhecida como aloe vera, é extremamente hidratante. O melado de cana é cheio de nutrientes que promovem renovação das células, e o bicarbonato é fungicida e pode ajudar no tratamento de pequenas inflamações.

O Hidratante aqui é opcional, e ajuda apenas a deixar mais cremoso e fácil de aplicar.

Em um liquidificador, bata um um maço de manjericão, a polpa de meia folha média de babosa, 2 colheres de sopa de melado de cana, 1 colher rasa de sopa de bicarbonato de sódio e 3 colheres de hidratante. Você pode guardar esse creme na geladeira por até um mês.

Depois de pronto, aplique nos seus pés, enrole um saco plástico ou vista uma meia bem grossa e deixe agir por uma hora. Retire e lave os pés com água morna.

Você pode fazer esse tratamento toda semana.

Dica bônus: Receitinha poderosa para hidratar os pés à noite!

Aqui vai uma receitinha de apenas um ingrediente que normalmente você joga no lixo: casca de banana.

A banana contém aminoácidos e vitaminas, por isso é um tônico e um hidratante super eficaz para combater o ressecamento dos pés. Antes de dormir, esfregue a casca da banana em todo seu pé, coloque uma meia e deixe agir por toda a noite. De manhã, lave o pé com água morna.

Agora, que você já sabe muitas coisas para deixar os pés saudáveis e sem rachaduras, que tal contar para a gente quais são as suas dicas para cuidar desses companheiros tão importantes que a gente tem?

Afinal, por mais que aqui tenha inúmeras dicas, a gente tem certeza de que você tem uma só sua que pode dividir com todo o mundo. Conte para a gente nos comentários!

autocuidado bem estar pés saúde