dores-nos-pes
dezembro 16, 2021

Dores nos pés: Causas e dicas essenciais para aliviar as dores

por Equipe Linus

dores-nos-pes

A gente sabe da importância que os pés têm na nossa vida. Afinal, eles nos carregam por aí, nos dão estabilidade e aguentam tudo o que a gente faz quase sem reclamar.

O problema é quando eles reclamam, quando demonstram que tem algo errado. Em geral, eles se comunicam através de alguns incômodos e dores.

Por isso, a gente tem que observar muito bem quando elas ocorrem. Afinal, uma dorzinha no fim de um dia agitado pode não ser nada, mas se ela insistir e ficar mais forte e frequente, é sinal de que alguma coisa não está certa.

Vamos falar, agora, muito do que você precisa saber para encarar os problemas e aliviar as dores.

Dores nos pés: O que pode ser? Descubra as principais causas

As dores nos pés podem ter inúmeras causas, desde as mais simples de tratar até as mais complexas.

Veja algumas das mais frequentes e entenda o que você pode fazer em cada situação.

Sobrecarga nos pés

A sobrecarga é a principal causa das dores do dia a dia, que devem ser observadas sempre. Se a sua atividade profissional tiver relação direta com essa sobrecarga, você precisa desenvolver formas de evitar ou diminuir os impactos.

A utilização de sapatos corretos é fundamental para evitar a sobrecarga. Além disso, observar os intervalos entre as atividades e respeitar os períodos de descanso são atitudes fundamentais para você não ter problemas.

Observe o seu dia a dia e veja em que momentos seus pés podem estar sendo sobrecarregados. Então, administre as cargas para que eles continuem a ser o seu suporte sem ter tantos problemas.

Palmilhas anatômicas: o apoio que você precisa para trazer mais conforto e bem-estar para sua rotina

Joanete

Tem gente que pensa que a joanete é somente uma questão estética, mas ela pode trazer inúmeros problemas para os pés, inclusive muita dor.

Por isso, se você tem joanete, observe muito bem os calçados na hora de comprar. Opte sempre pelos que não aperte muito os pés. E, claro, mantenha um acompanhamento médico frequente, para que ele possa observar inclusive a necessidade de fazer uma cirurgia para corrigir a joanete.

Tendinite

A tendinite, como o nome diz, é uma inflamação em algum tendão. E ela pode ocorrer por alguns motivos, como a manutenção dos pés em posição desconfortável por muito tempo ou ainda por movimentos repetitivos.

Por isso, se você pratica algum esporte ou desenvolve alguma atividade que exija que você faça movimentos rápidos, que leve muito peso para os pés ou que seja repetitiva, precisa de cuidado ainda maior.

Fisioterapia e outros tratamentos são importantes para que os seus pés e as suas pernas não sofram com tendinite e outras inflamações.

Fascite plantar

A fascite plantar, assim como a tendinite, indica que há uma inflamação (sufixo ite) na fáscia plantar, que é a camada de tecido fibroso que vai do calcanhar até os dedos dos pés. É o que a gente chama comumente de planta dos pés.

Quando ela inflama, por diversos motivos, você pode ter muitas dores, que impossibilitam várias atividades, e até mesmo, em situações mais graves, o andar.

Tenha sempre muito cuidado com as palmilhas dos calçados que você usa, para que haja uma distribuição correta do peso nas solas dos pés. Assim, você consegue evitar muitas das inflamações que ocorrem nessa área.

Conheça os benefícios da Linus para a saúde dos seus pés

Gravidez

A gravidez é um momento de grande transformação no corpo. E isso reflete nos pés, que recebem mais peso e são impactados pelo deslocamento do centro de gravidade com o crescimento da barriga.

Por isso, embora seja normal ter dores nos pés durante a gravidez e logo depois dela, é importante cuidar muito bem deles e, se houver algum sintoma mais grave, como dores muito frequentes e muitos fortes, buscar ajuda médica.

Os calçados também devem ser adaptados para este momento, evitando saltos e optando por palmilhas que sejam preparadas para distribuir o peso e massagear os pés.

Dores nos pés afetam mais as mulheres?

Em geral, as mulheres são mais atingidas pelas dores nos pés. E, como já vimos, isso ocorre por alguns motivos. Alguns naturais e outros criados pela sociedade.

A gravidez pode ser um fator que desencadeia as dores nos pés das mulheres, e isso pode continuar por muito tempo depois, devido à transformação necessária para que os pés se adaptem ao novo peso.

dores-nos-pes

Mas também as mulheres têm mais dores devido à cobrança social por sapatos mais altos e mais apertados, que podem causar problemas em todas as partes dos pés, dos calcanhares às pontas, além de reflexos nas pernas e na coluna.

Então, por incrível que pareça, até nos pés das mulheres, as estruturas da sociedade, caracterizadas pelo sexismo, podem influenciar. Tente não deixar que isso ocorra com você. Entenda que quem tem que estar bem com o seu corpo e com os seus pés é você mesma!

Dores nos pés: Entenda os diferentes sintomas

Uma coisa que precisa ficar clara é que cada tipo de dor nos pés pode indicar um problema diferente. Como a dor é a forma de comunicação que o nosso corpo tem com o nosso cérebro, vale lembrar que, a cada momento em que há algum incômodo, é uma mensagem para dizer que algo não está indo muito bem.

Por isso, observe cada tipo de dor e quais os problemas que ela pode estar indicando.

Dor na parte de cima dos pés

Quando você tem dor na parte de cima dos pés, isso em geral quer dizer que há algum problemas com os tendões. Ou ainda que você tenha tido algum tipo de pancada, que às vezes nem se lembre.

Os tendões da parte de cima são os responsáveis pela flexão dos pés, e por isso você deve observar se este movimento foi feito muitas vezes em alguma atividade. Também, é possível que possa ser algum processo inicial de artrose. E, por isso, se a dor insistir, procure atendimento médico.

Dor nos pés ao pisar

As dores ao pisar podem acontecer em diversas partes dos pés. Nos calcanhares, é importante saber se você usou salto alto ou algum calçado sem a palmilha adequada, o que pode sobrecarregar na pisada.

Se for na sola dos pés, pode ser alguma indicação de fascite, ou seja, de que há uma inflamação na área. Isso também pode indicar uso de palmilha errada ou algum trauma.

Na parte frontal dos pés, é importante cuidar muito bem dos ossos dos dedos. Eles são muitos e podem ser atingidos por pequenas pancadas.

Experimente a palmilha exclusiva que se adapta à sua pisada e massageia os pés

Dores nos pés ao levantar

Essa é uma observação que você tem que fazer sempre. Se você tem dores nos pés ao levantar, seja depois de dormir ou de ficar sentada por algum tempo, isso pode ser indicação de que há problemas de circulação.

Deixe seus pés levantados ao deitar, com um suporte para que ele fique um pouco acima do restante do seu corpo. Isso ajuda a melhorar a circulação.

Também é outro sintoma que, se for insistente, tem que ser acompanhado por um médico.

Dores nos pés e tornozelos

A ligação entre os pés e os tornozelos é muito importante. Afinal, grande parte dos movimentos ocorrem em conjunto entre eles. Por isso, se houver dores ou inchaços, é essencial que você observe a circulação e a retenção de líquidos. Para saber mais sobre tudo o que você pode fazer para evitar os inchaços nos pés, leia este texto que nós escrevemos.

dores-nos-pes

Além disso, os tendões, que fazem as ligações, podem sofrer inflamações pelos motivos que já falamos, principalmente a sobrecarga e os movimentos repetitivos. Por isso, a ajuda médica e a fisioterapia podem ser fundamentais se as dores insistirem.

Dores nos pés e calcanhar

Os calcanhares são áreas sensíveis e, além das questões internas, como ossos e tendões, podem sofrer também com rachaduras, que são doloridas e podem trazer muitos problemas para os pés e para a sua capacidade de caminhar e correr.

Neste texto, a gente fala sobre como evitar que as rachaduras nos seus pés façam parte da sua vida.

Dores nos pés e queimação

A queimação nos pés tem inúmeras causas. Pode ser desde alguma dor muscular, por esforço, uma mudança hormonal ou ainda algum problemas nas articulações, que devem ser observadas com muita atenção.

Se a queimação for frequente, também pode ser sinal de alguma lesão nos nervos, que são resultado de infecções, deficiências nutricionais ou diabetes.

Portanto, cuidado! Queimação durante alguns dias deve ser acompanhada por médico.

Dores nos pés podem sinalizar um problema na coluna?

Este é outro fator que merece muita atenção. Isso porque a nossa coluna reflete o que acontece em todo o nosso corpo, e a instabilidade na pisada devido a dores e outros desconfortos pode fazer com que as dores na coluna também apareçam.

E, mais do que as dores, com o passar do tempo, podem ocorrer outros problemas mais graves, como hérnias nos discos das vértebras e mesmo desvios, como a escoliose e a lordose.

Isso acontece porque o nosso corpo tem conexões entre diversos pontos, e um problema em um lugar pode resultar em reflexos em outros.

Por isso, cuide dos pés para que todo o seu corpo fique em equilíbrio.

Dicas para aliviar as dores nos pé

Algumas dicas são importantes para você encarar as dores que aparecem no dia a dia. E, também, para auxiliar nos tratamentos médicos se você tiver algum problema mais grave que precisa de acompanhamento.

Deite com as pernas para cima

Essa é uma ótima sugestão para quem tem dores ou inchaços nos pés e nas pernas. Deitar com as pernas mais altas faz com que a circulação nos seus pés ocorra de maneira mais fácil, por causa da gravidade.

Isso faz com que haja menor retenção de líquido e se evite maiores acúmulos na região.

Faça um escalda pés

Trabalhar com temperatura nos pés e nas pernas tem efeito benéfico. Isso porque as temperaturas mais altas expandem os vasos sanguíneos e outras estruturas.

Prepare um escalda pés e faça desse momento também uma oportunidade para relaxar a mente. Junte a água quente com sal grosso e óleo essencial de lavanda e tenha este momento só seu.

Lembre-se sempre de que o autocuidado deve sempre fazer parte da sua rotina. Para saber mais sobre autocuidado, clique aqui.

Massagens com óleos essenciais

E, já que falamos de óleos essenciais, eles também servem para as massagens, que podem ser feitas por você mesma ou por alguém. Além de um carinho fantástico para os pés e as pernas, elas ativam a circulação e podem ajudar na eliminação de toxinas.

dores-nos-pes

Com óleos essenciais, além dos aromas, as massagens se tornam ainda mais efetivas no controle de alguns sintomas que você pode estar sentindo.

Use meias de compressão

Meias de compressão são ótimas aliadas para problemas nos pés e nas pernas. E, além disso, garantem uma ótima sensação de que você está sendo abraçada.

Comece pelas que comprimem menos, para que você vá se acostumando aos poucos com elas. E vá aumentando a compressão de acordo com a necessidade e o seu conforto.

Use sapatos confortáveis

Sempre os sapatos têm que ser confortáveis. Por mais que você queira estar na moda e arrasar, vale mais ter o conforto e a possibilidade de curtir cada momento do seu dia ou da sua noite do que achar que está bonita, mas ter que ir para casa mais cedo devido às dores nos pés.

Por isso, observe se os sapatos e as sandálias são confortáveis antes de comprar, experimentando ou lendo as avaliações daquilo que você compra online. Neste texto, falamos sobre sandálias confortáveis.

Linus: fresquinha para o verão e o par perfeito para suas meias no inverno

5 exercícios para dores nos pés

Os alongamentos e exercícios são ótimos aliados para os momentos em que as dores nos pés aparecem. Eles são a melhor forma de “colocar tudo no lugar”. Veja alguns exercícios para o dia a dia.

  1.  Em pé, tente deixar o arco do pé mais alto, sem mover o restante da perna, fazendo força nos músculos da sola do pé. Pode ser difícil no começo, mas tente sempre.
  2. Abra e feche os dedos, de forma bem vagarosa.
  3. Arraste os dedos no chão, buscando algo para perto de você.
  4. Ande mais descalço em casa, porque a sola do pé tem “sensores” que ajudam o cérebro a ter o controle dos movimentos e do equilíbrio.
  5. Fique em um pé só, tentando manter o lado que ficou no chão o mais parado possível.

Se a dor não passar, procure um especialista!

Não tem jeito. Você não pode adiar a visita ao médico se as dores forem muito fortes ou frequentes. Afinal, problemas mais sérios, quando não são tratados da forma correta, resultam em pioras às vezes irreversíveis.

O apoio de fisioterapia também é fundamental para que você tenha mais tranquilidade para tratar problemas nos pés. Por isso, sempre que possível, opte por ter auxílio para ter exercícios e tratamentos quando tiver sintomas mais graves.

Portanto, mantenha seu médico informado sobre qualquer problema mais grave. Assim como você cuida das outras partes do corpo, os pés precisam ser tratados com muita atenção.

Sandália para dores nos pés: Experimente a Linus!

Agora, que você já sabe que seus pés precisam ser bem tratados sempre, isso exige que você tenha muita atenção também ao definir os calçados, sejam aqueles que vão acompanhar o seu dia a dia no trabalho, sejam os que vão estar com você na hora do descanso ou da atividade física.

dores-nos-pes

Por isso, um detalhe é fundamental: conforto. Mas, mais do que isso, você também tem que prestar atenção na composição dos materiais, no cuidado com as palmilhas, na estabilidade. E, também, por que não observar se o que você coloca nos pés também é produzido com preocupação com as questões socioambientais e de desenvolvimento sustentável?

Por isso, uma dica interessante são as sandálias da Linus. Se você ainda não conhece, vale a pena ter contato e experimentar.

A palmilha para dores nos pés que você precisa

Quando você tem dores nos pés, você precisa de uma palmilha que respeite cada curva que eles têm.

Por isso, opte por calçados, desde tênis até chinelos e sandálias, que tenham palmilhas pensadas e desenvolvidas por quem respeita os pés e pode entregar muito conforto e cuidado.

 

Essa é uma característica importante das sandálias da Linus: palmilhas para cuidar dos seus pés também quando eles têm dores.

Relevo que massageia os pés ao caminhar

As palmilhas das sandálias da Linus são desenvolvidas para massagear seus pés ao caminhar. Isso faz com que você evite as dores e, se os seus pés já estão doendo, pode ajudar a tratar.

Que tal cuidar ainda mais dos seus pés?

Agora, que tal colocar a preocupação com os pés ainda mais presente no seu dia a dia? Observe cada sinal para que eles possam levar você ainda mais longe.

Aproveite para dar também as suas dicas de como prevenir e tratar as dores que podem aparecer nos pés, afinal, a gente sabe como é importante compartilhar conhecimento e ajudar para que todas nós possamos ter uma boa relação com todo o nosso corpo, não é mesmo?

autocuidado bem estar pés