palmilhas
fevereiro 03, 2022

Palmilhas: Conheça os tipos e saiba qual é a melhor para você!

por Equipe Linus

palmilhas

Tem gente que acha que só quem tem algum problema ortopédico precisa se preocupar com as palmilhas, mas, ao contrário, elas são essenciais para garantir a saúde dos pés, das pernas, da coluna e mesmo a nossa concentração e bom humor.

Afinal, quando há um desequilíbrio ou uma exigência maior dos pés ao andar ou ficar em pé, todo o nosso corpo sofre com as dores e isso atinge a nossa mente, é claro!

Então, que tal conversar sobre as palmilhas, quais tipos existem, como escolher e por que elas devem ter a nossa atenção no dia a dia?

O que é palmilha?

Para começar com uma explicação técnica, palmilha é uma órtese usada no pé. O termo órtese parece muito complexo, mas não é. Ele é utilizado para tudo aquilo que é destinado a alinhar, prevenir, corrigir problemas ou melhorar a função das partes móveis do corpo. Pode ser usado para se referir a aparelhos dentários, joelheiras, óculos e, claro, palmilhas.

Elas têm a função, em geral, de reduzir a pressão do peso do corpo no pé e distribuir a força da reação do piso em que estamos por toda a superfície do pé.

Por isso é que você sente muita diferença quando usa um par de tênis para corrida em relação a calçados de sola simples, sem palmilha anatômica.

palmilhas

Isso porque, como os pés são a base de todo o alinhamento e sustentação do corpo, eles são responsáveis pelo equilíbrio e estabilidade. Então, qualquer alteração pode prejudicar estas funções, e quanto antes você tratar ou evitar que haja problemas, melhor para o seu bem-estar.

Mesmo que você não tenha nenhum problema, vale a pena investir em palmilhas ou em calçados que já sejam desenvolvidos com esse cuidado. Diversos estudos científicos, como este realizado na Universidade Federal de Minas Gerais, demonstram como as palmilhas são fundamentais para diversas atividades.

Se já sente algum problema, como dores nos pés, nas pernas ou na coluna, precisa urgentemente escolher as palmilhas ou sapatos com palmilha que podem cuidar para que os sintomas diminuam ou até mesmo deixem de existir.

Funções das palmilhas

Se você ainda não se convenceu dessa necessidade e escolhe os sapatos apenas pela beleza, sem se preocupar com a palmilha, saiba que existem inúmeros motivos para que as palmilhas sejam usadas.

Veja aqui as causas mais comuns de problemas que podem ser evitados com o uso da palmilha correta:

Evitar lesões

No dia a dia, com a irregularidade dos pisos em que a gente anda, é muito importante que os pés estejam protegidos. E as palmilhas, além de garantirem estabilidade e evitar torções, também fazem com que outras lesões não ocorram.

Por isso, mais do que o conforto, as palmilhas funcionam como proteção para os pés, seja nos calçados fechados ou mesmo em sandálias.

Amenizar o impacto da pisada

O reflexo da pisada vai para todo o corpo, a partir dos pés até o alto da coluna. Por isso, o impacto pode resultar em diversos problemas, inclusive em hérnias de disco.

palmilhas

Além disso, os calcanhares e os joelhos podem sofrer muito com a sobrecarga e com o impacto “seco” de uma pisada sem palmilha.

Quando a palmilha funciona como um anteparo para este impacto, ele é amenizado e protege de possíveis lesões.

Proporcionar conforto

É claro que as palmilhas, quando escolhidas com cuidado, também são garantia de conforto. Isso faz toda a diferença para que você possa andar mais, com mais confiança e tranquilidade.

Afinal, você sabe como é difícil manter a concentração quando tem dores nos pés, nas pernas e na coluna. E, se não sabe, não vai querer saber, não é mesmo?

Por tudo isso, comece a escolher as palmilhas sobre as quais você pisa.

Palmilha anatômica, para que serve?

A palmilha anatômica tem a função de, como o próprio nome diz, respeitar a anatomia dos seus pés e fazer com que você tenha o melhor resultado no momento em que eles tocam no chão.

Por isso, ela é pensada e desenvolvida levando em conta as curvas da sola, o formato do calcanhar e a irregularidade natural dos dedos.

Ela pode ser desenvolvida com diversos materiais e ter diversas características para poder deixar o seu pisar ainda melhor. Por isso, antes de escolher qualquer calçado ou sandália, veja se tem palmilha anatômica.

Se não tiver, evite usar por longos períodos. Afinal, por mais confortável que pareça andar com um chinelo simples, por exemplo, se você fizer uma caminhada com ele vai sentir o reflexo do impacto das pisadas.

Quais são os tipos de palmilha?

Vamos começar a falar sobre os diversos tipos de palmilha que você pode escolher, a partir das suas necessidades.

Lembre-se de que, em casos de problemas ortopédicos já existentes, é essencial que você faça essa escolha também com a indicação do médico.

Palmilha de silicone

A palmilha de silicone é uma ótima opção para quem quer ter conforto no dia a dia. Ela pode ser colocada em diversos tipos de calçado, adaptando-os para ser utilizados com muito mais tranquilidade.

Com ela, você pode ter a tranquilidade de usar calçados por muito mais tempo. Além disso, o silicone não causa mau cheiro com o suor dos pés.

Palmilha de silicone para calcanhar

Se você tem algum sapato em que não é possível colocar uma palmilha para todo o pé, devido à altura lateral, uma boa opção também é a palmilha somente para o calcanhar, que funciona como um pequeno salto para amortecer a pisada.

Palmilha de gel

A palmilha de gel é mais uma opção para quem quer ter muito conforto ao andar. Alguns calçados, principalmente os tênis, já vêm com essa opção.

Ela é muito utilizada para a prática de esportes e para as corridas. Porém, por ser de um material que se modifica muito rapidamente com o uso, é importante que você observe o tempo de validade e o máximo de uso para trocar os tênis periodicamente.

Palmilha magnética

A palmilha magnética contem materiais que estimulam os pontos reflexos do organismo, aqueles que sentem o estímulo de ondas eletromagnéticas.

A promessa é que, com os pontos de contato nos pés, há um estímulo da saúde celular, equilibrando o funcionamento do corpo.

Palmilha ortopédica

Palmilha ortopédica é aquela desenvolvida especificamente para algum problema que se tenha nos pés. Ela em geral é adaptada de acordo com as necessidades, e inclusive podem ser feitas sob medida.

Quem tem fascite plantar, por exemplo, que é a inflamação na sola dos pés que causa muita dor, pode usar palmilha ortopédica para diminuir as ocorrências de inflamação e as dores. Se você quiser saber mais sobre como tratar a fascite plantar, veja este texto que publicamos.

Para quem tem esporão, caracterizado pelas dores nos calcanhares, há também palmilhas ortopédicas específicas para amenizar as dores e tratar o problema.

Lembre-se sempre de que as consultas com o ortopedista são fundamentais para que se faça diagnósticos dos problemas e se possa ter a melhor palmilha para cada caso.

Palmilha terapêutica

As palmilhas terapêuticas também são importantes para tratamentos específicos, que podem ser utilizadas durante um tempo ou por toda a vida.

Como as palmilhas ortopédicas e as magnéticas, elas servem para fazer com que haja uma mudança na forma de pisar, estimulando a cura de problemas nos pés, nas pernas e mesmo na coluna.

Palmilha para aumentar altura

Outro tipo de palmilha que faz muito sucesso é a que aumenta a altura. Colocada dentro do sapato, ela pode dar alguns centímetros a mais. Ela serve como um “salto alto interno”, e é usada principalmente pelo público masculino.

Porém, deve-se tomar muito cuidado com a qualidade da palmilha e se ela não causa problemas nas pernas e na coluna. Afinal, assim como o salto alto, às vezes a adaptação para andar é difícil.

O que levar em consideração na compra de uma palmilha?

Na hora de escolher a sua palmilha, são diversos pontos que devem ser levados em consideração.

E alguns deles são essenciais para garantir o bem-estar e uma pisada correta, para deixar os seus pés, pernas e coluna muito saudáveis.

Então, leve em consideração:

Seu tipo de pisada

O tipo de pisada é um aspecto fundamental para que você escolha a palmilha. Você já prestou atenção nisso?

palmilhas

Palmilha para pisada pronada

A pisada pronada é aquela que inicia com a parte externa do calcanhar, que é a primeira a tocar no solo. Logo depois, há uma rotação leve do tornozelo, que transfere todo o resto do movimento para a parte interna dos pés.

Por isso, a palmilha tem que ser pensada para se adaptar da melhor forma e não “gastar” mais de um lado por causa do movimento da sua pisada.

Palmilha para pisada supinada

A pisada supinada é aquela que se diz como “pisar para fora”, porque o pé apresenta um movimento para fora durante a pisada.

Isso exige também um cuidado especial na confecção da palmilha.

Seu tipo de pé

O tipo do seu pé é outro detalhe fundamental para a escolha da palmilha. E, dependendo dessa informação, é possível que você precise de palmilhas específicas por toda a vida. Muitas pessoas têm reflexos por usar a palmilha errada nas articulações e nos joelhos, principalmente.

Portanto, você sabe qual é o seu tipo de pé?

Palmilha para pé cavo

O pé cavo é aquele que tem uma alteração estrutural em que o arco da planta do pé apresenta uma curvatura muito maior do que o normal.

Não importa o motivo para que isso ocorra, é fundamental levar em consideração na hora de comprar a sua palmilha.

Palmilha para pé plano

O pé plano (ou chato) é aquele que não tem a curvatura natural que ajuda no apoio do corpo ao andarmos e nos movermos.

Para que haja o equilíbrio ideal do corpo e não tenha sobrecarga nas estruturas do pé, é importante que você tenha palmilhas específicas.

Para saber mais sobre tipos de pés e de pisadas, leia este artigo que publicamos.

Linus, a palmilha mais confortável que você vai experimentar

Se você pensa muito nos sapatos fechados e nos tênis com palmilhas para corrida, saiba que também existem sandálias que são pensadas exatamente para que você tenha muito conforto ao caminhar.

As sandálias da Linus, por exemplo, além do conforto, são desenvolvidas para que cada curva do seu pé seja respeitada, fazendo com que você tenha uma massagem ao andar.

palmilhas

Seja na praia, em casa, nos eventos mais tranquilos do dia a dia, as sandálias da Linus vão trazer todo o conforto que você sem dúvida merece.

Ainda não conhece? Então, veja todo o cuidado com que as sandálias da Linus são feitas.

Afinal, quando usar palmilha?

Depois de ler este texto, se você ainda está com dúvidas de quando deve usar palmilha, a resposta é simples: sempre que possível. E, se você realmente se preocupa com o seu conforto e o bem-estar, use sempre.

Seja uma específica para colocar nos sapatos que você já tem, seja comprando sandálias e sapatos desenvolvidos para que você tenha a melhor experiência, leve sempre em consideração as palmilhas no seu dia a dia, principalmente para evitar dores e outros problemas de saúde.

Então, agora, que você sabe tudo sobre palmilhas e principalmente como incluir esse item no seu dia a dia, que tal dividir as suas experiências com a gente?

Qual tipo de palmilha você prefere? Como o uso delas melhorou a sua saúde? Deixe o seu comentário!

bem estar palmilha pés