pes-descascando
abril 28, 2022

Pés descascando: Conheça as principais causas e os tratamentos adequados

por Equipe Linus

pes-descascando

Todos sabemos como os pés são importantes para a nossa vida. Eles são responsáveis por aguentar o nosso peso e nos deslocar de um canto para o outro. Mas nem sempre a gente dá a eles a atenção que eles merecem, não é mesmo?

Então, que tal observá-los mais? Afinal, eles podem nos dar indicações de muitos problemas de saúde.

Um desses sinais de que há possíveis problemas é quando eles descascam. Você, por exemplo, em algum momento, já notou os seus pés descascando? E isso acontece de maneira frequente? Então, veja neste texto o que isso pode significar e o que fazer para evitar.

Pés descascando: O que pode ser?

É importante entender que os pés descascando podem representar várias coisas, desde desidratação até problemas muito mais sérios, em que eles são só os sinais aparentes de algo que está desregulado no nosso organismo.

Por isso, é sempre essencial observá-los e entender cada sintoma, com atenção especial para as descamações, por quanto tempo elas acontecem e também como a pele responde aos tratamentos.

Aqui estão alguns dos principais motivos que resultam em pés descascando.

Desidratação

A desidratação é o motivo mais comum para que os pés descasquem. E ela pode ser motivada pela pouca exposição dos pés ao ambiente externo, devido ao uso de sapatos fechados, e também pelo contato com superfícies ásperas.

O que é fundamental é que os pés devem ser hidratados diariamente, com cremes hidratantes e outros produtos específicos para este fim, que podem ou não conter protetor solar.

pes-descascando

Separe uma parte do seu dia, portanto, para a hidratação dos pés. E isso, com certeza, além de resolver este problema específico, também é uma forma de autocuidado.

Queimaduras

Como os pés são pouco observados por grande parte das pessoas, eles também são às vezes esquecidos na hora de passar o protetor solar.

Por isso, eles podem se queimar, tanto na praia quanto em dias em que se usa sandálias, chinelos e outros calçados mais abertos. E, depois das queimaduras, eles descascam.

Então, não se esqueça. Além de ser importante para todo o corpo, o protetor solar é fundamental para os pés, principalmente na parte de cima (o chamado peito do pé) e nos calcanhares.

Micose

Pelo fato de ficarem fechados e às vezes úmidos, os pés são lugares ideais para o desenvolvimento de micoses e outros tipos de fungos e bactérias.

Por isso, é importante que os pés sejam bem lavados diariamente, com toda a atenção entre os dedos. E, depois, eles devem ser bem secos também, para que não se desenvolvam micoses.

Quando elas acontecem, alguns dos sintomas podem ser as descamações, que levam inclusive a dores. Se isso acontecer, é fundamental procurar auxílio médico, que vai indicar um remédio específico para cada tipo de micose.

As micoses estão entre os principais problemas de pele que afetam os brasileiros, e são também discutidas neste material do Ministério da Saúde.

Pé de atleta (frieira)

Um dos principais tipos de micoses que ocorrem nos pés é aquela que chamamos de pé de atleta ou frieira.

Em geral, ela ocorre entre os dedos, devido à umidade que se mantém nesse local, motivada também pelo uso de sapatos fechados. Muitas pessoas sofrem com isso e acabam também tendo mau cheiro nos pés, o famoso chulé.

Para evitar, é importante que se seque muito bem os espaços entre os dedos, e também se evite usar sapatos fechados o tempo todo. Os talcos e outros produtos farmacêuticos específicos para isso são importantes para evitar.

Eczema

O eczema, que também é chamado de dermatite atópica, se caracteriza por inflamação, coceira, secura ou vermelhidão. Ele tem origem genética ou é resultado do contato com produtos químicos ou tecidos que irritam a região.

pes-descascando

Quanto mais a pessoa coça a área afetada, maior é a probabilidade de que vírus e bactérias entrem na pele, o que torna a coceira ainda maior.

E, como as pessoas não conseguem parar de coçar, a única forma de tratar é com produtos específicos para o alívio da coceira. Neste caso, a melhor solução é buscar a ajuda de um médico.

Disidrose

A disidrose é uma doença da pele que apresenta a formação de pequenas bolhas com líquido, que geralmente aparecem na sola dos pés, nas mãos e nos dedos.

As bolhas de disidrose causam coceira que pode durar até 3 semanas.

Embora não sejam conhecidas as causas da disidrose, ela pode estar relacionada a alergias de pele, umidade nas mãos ou nos pés e aumento do stress físico ou emocional. Procure a ajuda de um especialista para diminuir os sintomas e tentar identificar a causa.

Hiperidrose

A hiperidrose plantar, que ocorre nos pés, é uma doença que apresenta transpiração ou suor excessivo e que se desenvolve, geralmente, durante a adolescência.

Esta transpiração pode ter um impacto na qualidade de vida e no bem-estar das pessoas, e em geral não tem uma causa específica.

Por isso, uma das melhores formas de evitar que ela resulte em descamações nos pés devido a fungos e bactérias é usar calçados abertos, remédios indicados por especialistas e outros produtos que evitem a umidade excessiva.

Psoríase

A psoríase é uma doença de pele autoimune, em que o sistema de defesa do corpo combate as células da pele e resulta em lesões e inflamações.

Ao contrário do que muita gente pensa, ela não é não contagiosa, mas também não tem cura.

Embora as lesões apareçam em várias partes do corpo, como cotovelos, joelhos e palmas das mãos, elas também aparecem nos pés.

É fundamental, neste caso, o acompanhamento médico, que pode indicar remédios para combater os sintomas.

Pés descascando: Outros fatores que influenciam na descamação

Existem também outros momentos e situações em que as pessoas desenvolvem descamações nos pés, que podem trazer bastante desconforto.

Em todos esses casos, é essencial o acompanhamento médico, para que não somente os problemas dermatológicos sejam tratados, mas também as causas.

Pés descascando na gravidez

Durante a gravidez, os pés precisam de cuidados especiais, para aliviar a carga do corpo e possíveis desconfortos.

Isso porque as rachaduras, o ressecamento, o inchaço e as dores são sintomas comuns durante a gestação.

Elas são resultantes tanto da adaptação do corpo e do maior peso sobre os pés quanto do inchaço devido à grande produção de hormônio feminino, a progesterona.

Pés descascando por problemas no fígado

Os pés descascando também podem ser resultado de problemas no fígado, principalmente devido à carência de ômega-3.

Como o fígado é responsável por produzir a bile, que ajuda a solubilizar as gorduras e absorver os ácidos graxos essenciais, como é o caso do ômega-3, os pés rachados e descascando podem ser um sinal de que ele não tem funcionado bem na absorção das gorduras. Porém, para ter certeza é preciso que o diagnóstico seja feito por um médico.

Pés descascando por problemas nos rins

Os pés também podem indicar problemas nos rins, a princípio com inchaços. Afinal, quando há retenção de líquidos, esse é um dos principais sintomas.

E, além do inchaço, os pés podem desenvolver rachaduras, coceiras e descamações. Se isso estiver ocorrendo com você, procure ajuda médica o mais rapidamente possível.

Pés de bebê descascando: Saiba o que fazer!

É muito comum que os pés dos bebês descasquem logo após o nascimento, até por volta das três semanas de vida.

Isso ocorre porque a pele está se adaptando ao ambiente muito mais seco que ela encontra fora do útero.

pes-descascando

Para diminuir a descamação, o ideal é aplicar um hidratante, específico para bebês, quando a pele ainda estiver úmida e evitar banhos muito longos.

Se estas medidas simples não derem resultado, leve-o ao pediatra ou a um dermatologista pediátrico.

Pés descascando: como tratar?

Como você viu, existem diferentes motivos que fazem os pés descascarem. E você pode evitar incluindo as diversas dicas que já demos.

Mas, se seus pés estão descascando agora, precisa fazer alguma coisa. Então, seguem três dicas importantes de tratamentos caseiros para fazer com que os seus pés fiquem muito bem.

Lembre-se que é sempre importante também procurar um médico, de preferência um dermatologista, para investigar e descobrir qual é a causa.

3 tratamentos caseiros para te ajudar!

Azeite e hidratante

  • Misture uma colher de sopa de hidratante a uma colher de azeite extra virgem e aplique nos pés.
  • Em seguida, cubra-os com plástico filme de cozinha e vá dormir normalmente.
  • Para garantir que o insulfilm não se mova, vista meias de algodão. E, no dia seguinte, tire o excesso no banho.

Aloe vera e mel

  • A aloe vera, também conhecida como babosa, é usada em diversos métodos de hidratação da pele.
  • Com o mel, ela se torna uma ótima maneira de renovar as células e dar mais elasticidade à pele.
  • Misture bem ou bata no liquidificador uma colher de babosa com uma uma colher de mel e aplique nos pés pelo menos três vezes por semana.
  • Deixe também a mistura agindo durante a noite para garantir a pele muito mais saudável.

Manjericão e leite

  • O manjericão é um cicatrizante natural, que pode ajudar na recuperação da pele.
  • Misture um maço de folhas moídas a um litro de leite quente e deixe os pés repousando na mistura, apenas as solas e os calcanhares.
  • Acrescente uma xícara de mel e mais três colheres de sopa de azeite, para garantir uma hidratação mais profunda.

E é claro que todos esses tratamentos caseiros são parte dos cuidados que você pode ter com os seus pés. Se quiser saber mais sobre como cuidar deles, leia este texto que publicamos aqui.

Evite a descamação nos pés e caminhe confortável com Linus!

Uma maneira de evitar a descamação dos pés é usando os calçados adequados, que podem deixar o ar ter contato com a pele e principalmente evitar que haja umidade, que pode resultar em fungos, micoses e frieiras.

pes-descascando

Para isso, uma das escolhas pode ser as sandálias da Linus. Elas são desenvolvidas para você ter todo o conforto, além de respeitar o meio ambiente e ter muita responsabilidade social.

Palmilha anatômica desenvolvida por especialistas

Para que os calcanhares não sofram com apertos, e não haja a formação de calosidades, os calçados devem ter palmilha anatômica, desenvolvida com a preocupação de deixar toda a estrutura dos seus pés protegida e confortável.

Neste texto, que publicamos aqui, há várias informações importantes sobre a escolha das palmilhas dos seus calçados.

As sandálias da Linus têm relevos que massageiam os seus pés enquanto você caminha. Isso garante bem-estar e tranquilidade.

Ótima para potencializar sua hidratação nos pés com meias

Se você acha que sandália não combina com meia, deixe de lado esse preconceito. Além de estar na moda, você pode aproveitar para hidratar os seus pés.

Isso mesmo! Se você usar o hidratante, colocar a meia e calçar a sandália, seus pés vão manter a atividade do produto, e você vai ter todo o conforto que a palmilha anatômica da Linus proporciona.

Que tal dar uma atenção maior aos seus pés?

Então, agora que você sabe sobre os motivos pelos quais os seus pés podem ficar descascando, que tal dividir com a gente também os cuidados que você tem com eles?

Afinal, para todos nós, os calçados corretos, hidratação e de vez em quando uma boa massagem, são partes importantes do autocuidado.

bem estar pés